Saúde animal: 7 dicas para garantir o bem-estar do pet

Postado por PETZ, em 04/02/2020

Bem-Estar
Saúde animal: 7 dicas para garantir o bem-estar do pet

Qual tutor não gosta de ver seu pet sempre feliz e disposto? Garantir a saúde animal é um dos primeiros passos para proporcionar o bem-estar dos animais de estimação. Para isso, cuidar para que o pet tenha todas as suas necessidades fisiológicas atendidas é importante. 

gato na grama

Entretanto, é fundamental atentar-se igualmente ao bem-estar psicológico de cada espécie. Afinal, ele também contribui para uma melhor imunidade e qualidade de vida. Abaixo, preparamos 7 dicas de saúde animal para assegurar o bem-estar de seus amigos. Vamos conferir?

1. Conheça as necessidades do seu pet

Existem diferentes espécies de animais de estimação, cada uma delas com suas peculiaridades. Por exemplo: caminhando pelas lojas da Petz, você já deve ter reparado como os brinquedos para cães não são os mesmos que os para bichanos. Apesar das semelhanças, cada espécie possui instintos e necessidades específicos. 

Por exemplo, enquanto a maior parte das atividades caninas são realizadas no chão, os gatos gostam muito de andar e de pular de prateleiras. Da mesma maneira, diferentemente de hamsters, as chinchilas também gostam de pular e se adaptam melhor a gaiolas verticais.

2. Ofereça uma alimentação balanceada

Já ouviu falar que “você é o que você come”? Base da nutrição, a alimentação de cachorro, ou de qualquer outro pet, é o que lhes dá energia e todos os nutrientes necessários. Não à toa, ela afeta desde a imunidade até a aparência da pele e/ou da pelagem, que também refletem a saúde. 

Nesse sentido, vale destacar que cada espécie tem seu hábito alimentar e necessidades específicas. Por isso, é importante investir em rações prontas na alimentação do gato e cão, se certificando que são de qualidade e desenvolvidas para a espécie do seu pet. Lembrando que quanto melhor for a qualidade do alimento, melhor será sua absorção. 

3. Estimule a prática de atividades físicas

Essencial para o desenvolvimento de músculos e para o bom funcionamento das articulações, a prática de atividades físicas é fundamental. Ela ajuda a prevenir uma série de doenças, como obesidade, diabetes e cardiopatias. 

cachorro tomando banho em banheira branca

Nesse sentido, não custa reforçar que o tipo, a frequência e a intensidade das atividades físicas não são sempre os mesmos. Eles variam de acordo com fatores como espécie, raça e estado de saúde do bichinho. Converse com um veterinário sobre as melhores opções para a vida e saúde do animal!

4. Promova o enriquecimento ambiental

O conceito de enriquecimento ambiental ganhou popularidade nos anos 70. Nessa época, biólogos, zoólogos e veterinários perceberam que animais que passavam o tempo todo confinados, como os de zoológicos, tendiam a apresentar comportamentos estereotipados. 

A fim de evitar esses comportamentos, um grupo de estudiosos propôs que os zoológicos passassem a estimular os instintos desses animais. Como exemplo, em vez de receberem a comida pronta, os animais eram estimulados a procurá-la. Assim, as novas medidas tomadas melhoraram o bem-estar físico e psicológico dos animais.

De lá para cá, o conceito de enriquecimento ambiental foi expandido e é muito recomendado também para os animais de estimação. Só não se esqueça de oferecer mais de um tipo de brinquedo para estimular diferentes instintos.

5. Leve o pet para um check-up com regularidade

Quem já esteve doente sabe que nenhuma atividade é prazerosa quando se está com dor ou com algum mal-estar devido a problemas de saúde. E a única maneira de garantir que a saúde de cachorro ou gato está em dia é levando-o ao veterinário para um check-up periódico.

A partir de uma avaliação cuidadosa, o veterinário poderá recomendar mudanças que melhorem a qualidade de vida do pet e que contribuem para sua longevidade. Sem contar que quanto antes um problema de saúde é diagnosticado, mais fácil é tratá-lo. Agende já uma consulta nas clínicas Seres e Petz!

6. Não se esqueça de manter a higiene

Ambientes sujos favorecem a proliferação de agentes perigosos, como fungos e bactérias. Dependendo do grau da sujeira, ela também pode atrair moscas, que, por sua vez, são responsáveis por transmitir doenças, como a berne. 

No caso de aves e roedores, uma gaiola suja favorece, ainda, o surgimento de problemas respiratórios. Sendo assim, não deixe de recolher diariamente os dejetos do local onde fica o seu pet. Também não se esqueça de limpar as gaiolas ao menos uma vez por semana.

É importante destacar que a higiene não deve ficar restrita apenas ao ambiente. Dependendo da espécie, banhos regulares também são fundamentais para evitar problemas de pele, entre outras condições. Lembrando que o ideal é que esses banhos sejam dados apenas em locais especializados e de confiança.

7. Fique atento a medidas preventivas, como vacinação e vermifugação

Todas as espécies de animais de estimação dependem de medidas preventivas para a manutenção do bem-estar. É o caso, por exemplo, de oferecer uma alimentação de gatos e cães balanceada, proporcionar um ambiente adequado, levar o pet para check-ups, etc. 

No entanto, alguns pets, como cães e gatos, precisam também de outras medidas regulares, como vacinação e vermifugação. Converse com um veterinário e respeite o calendário para manter seu amigo sempre protegido.

cachorro correndo nos matos

Acha que seu pet não está com a saúde tão boa quanto deveria? Confira qual é a clínica Seres ou Petz mais próxima a você e agende uma consulta! Nossos especialistas ficarão felizes em restabelecer a saúde animal do seu companheiro.

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#

Próximo evento