Saiba como tratar um cachorro com febre

Postado por PETZ, em Atualizado em Sep 16, 2021

Cachorros
Saiba como tratar um cachorro com febre
Tempo de leitura: 4 minutos

De uma hora para outra, seu cãozinho esperto, alegre e companheiro parece estar amuado, cansado e com tremores pelo corpo todo? Infelizmente, é possível que você esteja diante de um cachorro com febre

cachorro preto

Quase tão comum em cães quanto em seres humanos, a febre é um sintoma comum de uma série de doenças diferentes. Assim, caso presencie qualquer um dos comportamentos mencionados acima, consulte um veterinário. 

Afinal, não é possível medir temperatura de cachorro em casa, como é costume entre humanos. Por isso, contar com um profissional torna-se algo imprescindível, pois somente o veterinário terá os equipamentos e técnicas necessárias para realizar o procedimento. 

Caso o especialista constate que o pet está mesmo com febre, saiba que não há motivo para alarde. As chances de ser algo passageiro e fácil de tratar são bem altas. Assim, é fundamental manter a calma e deixar que o veterinário faça o trabalho dele. A seguir, confira mais informações sobre a febre em cachorros

O que pode causar a febre no meu cachorro?

Assim como acontece conosco, a febre em cães também não é uma doença em si. Caracterizada pelo aumento da temperatura corporal média, é uma reação do organismo a alguma anomalia, auxiliando no combate a agentes agressores. Sendo assim, podemos considerá-la um sintoma de algum tipo de enfermidade. 

De acordo com o Dr. Caio Pereira, médico-veterinário da Petz, as causas mais comuns da febre em cachorro são infecções. “Das mais leves às fatais, elas podem acometer qualquer parte do corpo, podendo ser causadas por bactérias, fungos ou vírus”, completa o especialista. 

São exemplos de doenças que podem causar febre: gripe, otite, infecções urinárias, e mais. Especialmente para os tutores de primeira viagem, Caio lembra que a vacinação também pode ter como reação uma febre transitória. A duração desse efeito colateral deve ser de até 48 horas após a aplicação. 

Embora seja um problema temporário e de pouca gravidade, vale a pena conversar com o veterinário sobre a melhor maneira de garantir o bem-estar do pet. Lembrando que, caso a febre canina tenha sintomas associados, o veterinário deverá ser consultado imediatamente!

cachorro deitado em um travesseiro

O que fazer quando o cachorro está com febre?

Por mais que não seja uma doença, e sim um sintoma, não basta administrar um “simples remedinho” para tratar um cachorro com febre. Mesmo que se trate de um problema temporário, é importante levar o pet ao veterinário a fim de identificar qualquer alteração.

Na verdade, conforme explica o Dr. Caio Pereira, a consulta com um profissional é importante até mesmo para medir a temperatura exata do pet. Afinal, não é recomendado fazer o procedimento em casa. 

Além de levar a resultados imprecisos, aferir a temperatura canina de maneira inadequada é desconfortável e pode, inclusive, provocar lesões no cão. Por isso, é importante que o procedimento seja realizado por um profissional experiente. 

Já as medidas recomendadas para o tratamento de um cachorro com febre dependem da origem do problema. Por exemplo, no caso da febre transitória decorrente da vacinação, o uso de um fármaco antitérmico costuma ser suficiente para aliviar o pet. 

Entretanto, quando a febre é secundária a alguma inflamação mais grave, como otites, o tratamento deve ser associado a outras medidas de combate à infecção. Nesse caso, será necessário iniciar o tratamento com medicamentos próprios para o cachorro febril, como antibióticos, antifúngicos, etc. 

Posso dar Dipirona para cachorro?

Alguns remédios bastante comuns nas “farmacinhas” caseiras de humanos, como o Paracetamol e o Ibuprofeno, são muito perigosos para os cães. Isso porque o fígado deles não é capaz de metabolizar essas substâncias da mesma maneira que o nosso. Portanto, é importante não medicar um cachorro com febre por conta própria.

“Há medicações da linha veterinária que substituem esses fármacos”, explica o Dr. Ítalo Cássio, médico-veterinário e coordenador técnico de clínicas e hospitais da Petz. 

Porém, para saciar a dúvida de um tutor preocupado, podemos dizer que a Dipirona, pode, sim, ser usada quando o cachorro tem febre. No entanto, ressaltamos mais uma vez que, para a segurança do seu amigo, é fundamental que qualquer fármaco seja administrado apenas sob recomendação veterinária. 

Segundo o Dr.Ítalo, o uso de medicamentos de maneira equivocada — mesmo os de uso veterinário — pode provocar intoxicações e lesões medicamentosas. Tenha em mente que um profissional qualificado levará em consideração todo o histórico do peludo antes de administrar qualquer tipo de remédio. 

cachorro branco deitado

Esperamos que você tenha aprendido como ajudar um cachorro com febre. Lembre-se de manter o acompanhamento veterinário do seu peludo sempre em dia para evitar possíveis problemas de saúde. Para isso, vá até a clínica Petz mais próxima. Nossos veterinários ficarão felizes em cuidar do seu mascote!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *