Inflamação urinária em gatos: causa, sintomas e tratamento

Postado por PETZ, em Atualizado em May 30, 2019

Bem-Estar
Inflamação urinária em gatos: causa, sintomas e tratamento
Tempo de leitura: 5 minutos

O termo inflamação urinária em gatos, muito comum entre diversas pessoas é, por vezes, utilizado de forma incorreta. Por isso, é importante enfatizar que o quadro correto e que desperta a preocupação de muitos tutores, na grande maioria dos casos, é a inflamação.

Muito frequentes nos bichanos, as doenças do trato urinário prejudicam a qualidade de vida dos nossos filhos de quatro patas. Além de causarem dor, elas podem afetar de maneira permanente órgãos importantes, como os rins. A seguir, vamos conhecer as causas, sintomas, tratamento e o que fazer para prevenir o problema?

Inflamação urinária: por que ela é tão comum nos gatos?

Nosso estilo de vida influencia muito no surgimento — ou na prevenção — de doenças, e com os gatos não é diferente! De acordo com a médica-veterinária da Petz, Dra. Renata Alvez, os bichanos são propensos a desenvolver inflamações urinárias devido a um hábito muito comum entre eles: a baixa ingestão hídrica.

“Os gatos, normalmente, ingerem pouca água e isso pode ser ainda pior em determinadas situações, que podem alterar o comportamento deles”, diz a doutora.

Entre essas situações, a veterinária cita momentos de estresse, mudança na alimentação e falta de higiene como fatores que contribuem para que o pet beba ainda menos água.

Além disso, uma alimentação inadequada, que altera a composição da urina, uso excessivo de medicamentos e má-formação de órgãos também são causas possíveis da inflamação urinária em gatos, segundo a especialista.

Principais tipos de doença urinária

A inflamação urinária pode afetar vários órgãos do trato urinário, prejudicando o bem estar do gato de forma expressiva. Confira quadros típicos e suas características:

  • Cistite: é a inflamação na bexiga. Pode ocorrer por acúmulo de bactérias (inflamação), formação de cálculos, má-formação congênita (de nascença) ou mesmo por causas desconhecidas,
  • Nefrite: é mais grave e se caracteriza pela inflamação dos rins. Pode surgir como uma evolução da cistite em gatos. Além disso, pode dificultar a filtragem do sangue, favorecendo o acúmulo de compostos no organismo que prejudicam a saúde do pet.

Frequentemente responsáveis por causar inflamações, os cálculos urinários — ou pedras na bexiga — podem se formar por uma série de motivos, incluindo alimentação, idade, etc. Seja como for, a baixa ingestão de água é um dos principais fatores que contribuem para a evolução do problema.

Sintomas: como saber se o gato está com problema urinário

Como toda doença, quanto antes ela for descoberta, mais fácil será o tratamento e menor será o risco de ela afetar outros órgãos. Por isso, fique atento aos seguintes sinais que revelam quando um gato está com inflamação urinária:

  • Lambedura da genitália;
  • Sangue na urina;
  • Dificuldade e dor ao urinar;
  • Prostração,
  • Falta de apetite.

Ao perceber um ou mais desses sintomas, não perca tempo! Leve seu amigo o quanto antes para uma consulta no veterinário. “Se não tratada, uma infecção externa, por exemplo, pode se tornar interna, afetando os rins do pet”, alerta a Dra. Renata. Lembre-se de que esses órgãos são o principal filtro do organismo.

Como é o diagnóstico para os gatos com inflamação de urina

Observar e relatar os sintomas apresentados é fundamental para ajudar o veterinário a chegar mais rápido a um diagnóstico.  Em caso de suspeita de inflamação urinária, ele poderá solicitar exames como ultrassom abdominal, raio-X, exame de sangue e de urina. Isso, porque além de comprovarem a alteração, eles também ajudam o profissional a chegar à causa do problema.

E o tratamento?

O tratamento vai depender do motivo da inflamação. “Pode incluir desde o uso de medicamentos e troca da alimentação para uma ração para gatos com inflamação urinária até procedimentos cirúrgicos”, explica a veterinária.

Nesse sentido, nunca medique seu bichano por conta própria ou procure soluções caseiras. Mudanças no cotidiano podem e devem ser feitas, mas inflamações urinárias são doenças sérias que precisam de cuidado veterinário.

O que fazer para prevenir a doença

Prevenir é sempre o melhor remédio! Por isso, antes que o gato comece a apresentar sintomas de problemas no trato urinário, coloque em prática as dicas abaixo:

Incentive o pet a beber água!

Para isso, dê preferência aos bebedouros do tipo fonte e espalhe mais de um potinho pela casa;

Escolha rações de acordo com a faixa etária

Gatos idosos têm mais propensão a desenvolver cálculos renais e, por isso, a ração deles deve ter baixa concentração de minerais, como cálcio e oxalato;

Considere mudar para ração úmida

Naturalmente, ela tem mais água do que a ração seca e é uma boa opção para pets com baixa ingestão hídrica.

Nada de estresse ao constar a inflamação urinária em gatos

Gatos estressados tendem a beber ainda menos água. Sendo assim, mantenha a higiene da casa e dos acessórios do bichano sempre em ordem e aposte no uso de feromônios em situações estressantes, como mudanças, chegada de um novo pet, etc.

Levar o seu amigo para check-ups no veterinário ao menos uma vez por ano também é uma forma importante de prevenir doenças do trato urinário.

Isso porque, ao realizar exames, o profissional poderá identificar alterações logo no início e orientar sobre mudança na alimentação e na rotina para evitar o surgimento de problemas mais sérios. Agende um horário na clínica Petz mais próxima a você e ofereça todo o suporte para o seu pet!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *