Saiba porque gato não gosta de água

Postado por PETZ, em Atualizado em Feb 12, 2021

Banho e Tosa
Saiba porque gato não gosta de água
Tempo de leitura: 7 minutos

Com sua mania de organização e banhos diários, os bichanos são conhecidos por sua higiene! Entretanto, por que será que mesmo com seu apreço pela limpeza nossos amigos não são muito chegados a um banho? Questionar porque gato não gosta de água é bastante comum, mas você tem ideia da resposta? 

Se você é um gateiro de carteirinha e adora conhecer mais sobre os bigodudos, continue lendo! Conversamos com especialistas que tiraram todas as dúvidas sobre o assunto. Aprenda aqui porque gato não gosta de água! 

Por que gato não gosta de água? 

Quem tem um bigodudo em casa sabe que a hora do banho não é muito agradável. Entre arranhões e mordidas, os peludos sempre deixam claro que não apreciam uma ducha! Por isso, muitos querem saber porque gato não gosta de água. 

Esse comportamento está relacionado à própria natureza selvagem dos bichanos! Consultamos especialistas que nos ajudaram a compreender porque gato não gosta de água. 

A origem dos gatos

O Dr. Bruno Saito, médico-veterinário da Petz, explica que a aversão à água está relacionada à origem dos bichanos. De acordo com estudos, nossos amigos de quatro patas são originários de uma única espécie: a Felis silvestris lybica

Esse fofo gato silvestre é encontrado ainda hoje em seu habitat natural, no norte da África e no Oriente Médio. “Como o gato doméstico é originário de regiões desérticas, a aversão à água está em seu instinto”, comenta o Dr. Bruno. Assim, podemos responder porque gato tem medo de água, já que está no DNA dos bichanos! 

Territorialismo

Os gatos são territorialistas e, por isso, sentem necessidade de defender seu espaço de possíveis invasores. A Dra. Juliana Damasceno, bióloga especialista em comportamento felino, explica que uma das formas de demonstrar o seu domínio é através do cheiro. 

“O odor é fundamental para os gatos se comunicarem. Como a água descaracteriza o odor, ela causa uma aversão natural aos felinos”, comenta. Por isso, os banhos devem ser preparados de forma especial, com produtos que não prejudiquem o comportamento dos bigodudos. 

Dificuldade de locomoção

O atletismo característico dos bichanos não serve apenas para realizar saltos e peripécias pela casa. Na natureza, esse comportamento é importante tanto para atacar as possíveis presas como para fugir de predadores. 

“A água aumenta o peso dos pelos, modificando a sensibilidade tátil dos gatos”, comenta a Dra. Juliana. Com a dificuldade de locomoção, os bigodudos se sentem mais estressados e vulneráveis. 

Variação de temperatura

Mesmo que seu peludo esteja acostumado à pacata vida doméstica, precisamos lembrar que os pets guardam muitas de suas características selvagens. Modificações bruscas no ambiente assustam nossos amigos, pois podem remeter a dificuldades de sobrevivência na natureza. 

“A variação de temperatura é estressante para qualquer animal”, afirma a Dra. Juliana. Esse fator também irá influenciar a forma como preparamos os banhos para os felinos. 

Gatos precisam tomar banho? 

Cuidar da higiene dos nossos filhos de quatro patas é um passo importante de uma tutoria responsável! Mas será que é preciso dar banho nos bichanos? 

A Dra. Juliana explica que a resposta para essa pergunta é um tanto complexa. “Um gato sadio, jovem e de pelo curto geralmente consegue cuidar da higiene sozinho. Dessa forma, ele não precisaria de banhos”, afirma. 

Porém, em diversos casos, os banhos são sim recomendados. “Há muitos fatores que influenciam essa questão, como a idade do bichano, a quantidade de pelos, a presença de subpelos e a própria rotina do tutor”, complementa a Dra. Juliana. 

Independentemente da frequência dos banhos, a manutenção da higiene é fundamental. A escovação remove os pelos em excesso e, por isso, deve ser realizada regularmente! Dessa forma, seu amigo ficará limpinho por muito mais tempo!

Como dar banho em gato?

A hora do banho pode causar verdadeiros pesadelos na vida de um tutor, dado que muitos se perguntam por que gatos não gostam de água e acabam por desistir de fazer a higienização.

Porém, algumas dicas podem ajudar a higienizar seu pet de forma mais tranquila. A Dra. Juliana passou recomendações de como dar banho em gato que tem medo de água

Se o banho for em casa 

1. Utilize produtos sem odores

Como vimos, o cheiro é uma importante ferramenta de comunicação para os bichanos. Por isso, os shampoos sem odores possuem uma chance menor de estressar seu bichano. E lembre-se, utilize apenas produtos próprios para pets!

2. Prefira o banho a seco

Para evitar o estresse — do pet e do tutor — o banho a seco deve ser a primeira opção.  Em lojas especializadas, como a Petz, você encontra diversos produtos que irão higienizar o seu peludo de forma segura e eficaz. Basta escolher um que se encaixe no perfil do seu amigo! 

3. Deixe o pet relaxado

Não estressar seu pet é tão importante quanto higienizá-lo, e mesmo sabendo se o gato gosta de água ou não, é importante encontrar maneiras de tornar a experiência mais tranquila. Por isso, carinhos e brincadeiras ajudam a deixar o banho mais agradável! 

4. Utilize água morna

A água morna é mais agradável para os bichanos. Mesmo em dias quentes, aqueça a água antes de começar o banho do seu peludo. O choque térmico pode assustá-lo, tornando o momento ainda mais estressante! Nesse caso, ao se perguntar se gato gosta de água gelada ou quente, verifique uma temperatura amena.

5. Comece de baixo para cima 

Quando o assunto é banho em gato, não há receitas milagrosas. Entretanto, começar a higienização pelas patas é sempre uma boa ideia. Dessa forma, você evita que seu peludo se assuste com a água. 

6. Evite molhar a cabeça

A cabeça é uma área sensível e, por isso, é necessário cuidado. Nunca mergulhe seu pet ou jogue água diretamente sobre as orelhas. Isso pode trazer complicações de saúde, como inflamações ou infecções de ouvido. O ideal é utilizar um pano umedecido, limpando a região com delicadeza. 

7. Seque bem o gato

Secar é uma parte muito importante do banho! Por isso, mesmo que seu amigo já esteja estressado, não deixe de embrulhá-lo com uma toalha limpa. Se possível, prefira dar banhos em dias quentes, pois o sol vai ajudar a secar seu amigo de forma eficaz. E se o seu gato gosta de água corrente, os dias calorentos são melhores ainda.

Caso seja um dia frio, é possível utilizar um secador de cabelos em temperatura baixa. Evite direcionar o vento para o rosto do pet, pois isso pode estressá-lo ainda mais! 

8. Recompense seu peludo

Após tanto estresse, seu pet merece uma recompensa, não é mesmo? O reforço positivo é uma ótima maneira de estimular o bom comportamento em nossos amigos de quatro patas! Após o banho, ofereça um bom petisco e dedique alguns momentos de carinho a seu peludo! 

Se o banho for fora de casa

1. Escolha o centro de estética com sabedoria

Antes de levar seu bichano para tomar banho, visite os centros de estética e pergunte sobre os protocolos de segurança. Assim, você poderá verificar as instalações, checar os produtos utilizados e conversar com os especialistas. É importante que o profissional saiba compreender os comportamentos do gato para deixá-lo confortável. 

2. Tome cuidado ainda no transporte

O processo do banho se inicia ainda em casa! Para isso, é importante que o gato não tenha medo da caixa de transporte. “Ter um modelo confortável e associar o objeto positivamente é essencial”, comenta a Dra. Juliana. Além disso, é necessário evitar ao máximo o estresse que pode ocorrer no trajeto até o centro de estética. 

3. Faça com que o processo seja rápido

Como o banho pode ser muito estressante para os bichanos, é recomendado que todo o processo seja rápido. Para isso, é importante agendar um horário de atendimento, sabendo que o pet será atendido com pontualidade. 

Programe-se também para levar o peludo para casa assim que o banho acabar. Deixar seu amigo esperando no centro de estética pode estressá-lo ainda mais! 

Agora que você já sabe porque gato não gosta de água e como dar banho em gatos, pode cuidar da higiene do seu peludo com mais segurança! E se precisar de ajuda, procure o centro de estética da Petz! 

A Dra. Juliana, bióloga especialista em comportamento felino, lembra que a Petz possui toda infraestrutura para receber seu amigo! “Recentemente, a Petz implementou diversos protocolos de segurança para tornar o banho dos gatos mais seguro e confortável”, afirma. Procure a unidade mais próxima e venha nos fazer uma visita! 

Agora que sabe porque gato não gosta de água, veja outras curiosidades a respeito dos bichanos aqui, no blog da Petz. São diversos conteúdos que vai deixar você ainda mais encantado pelo bichano.

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *